Por Jarrett Walker [a]

Num dos meus primeiros artigos [2], no qual expliquei por que as grelhas são uma estrutura tão eficiente para o transporte colectivo, mencionei que Vancôver tem uma das melhores geografias de transporte colectivo que conheço. Eis o que isso significa:

Quase toda a cidade é coberta por avenidas que formam um padrão em grelha. Na maior parte dos casos, as avenidas principais, paralelas, distam 800–1000 metros entre si e, como a distância ideal para caminhar até uma paragem é cerca de metade disso, este espaçamento é perfeito para o transporte colectivo eficiente.

Mas o que é realmente excelente em Vancôver, do ponto de vista do transporte colectivo, é a posição dos seus principais centros de actividades. Eles estão dispostos de tal forma que resolvem outro problema do planeamento do transporte colectivo: a ancoragem.

Se uma linha de transporte colectivo atravessa uma área de densidade uniforme, cerca de metade da sua capacidade é desperdiçada. Isso acontece porque o veículo parte da extremidade da linha quase vazio, enche gradualmente com passageiros e atingir a sua capacidade máxima no ponto médio da linha. Depois disso, saem mais pessoas do que entram e, ao aproximar-se do fim da linha, o veículo está quase vazio, novamente. Se representarmos graficamente a ocupação do veículo ao longo da linha, obtemos uma curva em forma de sino: zero nas extremidades da linha, e o máximo no meio. Se o operador dimensionar a capacidade para o nível máximo, sofrerá um enorme desperdício de capacidade perto dos extremos da linha; e não há maneira de fazer uso dessa capacidade.

Então, os responsáveis pelo planeamento de transportes colectivos estão sempre a tentar ancorar as suas linhas. A ancoragem significa desenhar uma linha de modo que ela termine num destino importante, de modo que haja muitas pessoas no veículo durante todo o percurso, até ao fim da linha. Uma linha com fortes âncoras em cada extremo terá procura mais elevada e uniforme ao longo de toda a linha e uma utilização mais eficiente da capacidade, em geral.

Então, olhe para o mapa de rede novamente. O centro é a península que se destaca no lado norte da cidade. Se o leitor olhar atentamente para o mapa da rede, verá que a maioria das linhas Norte–Sul se estendem até ao bordo norte da grelha e, em seguida, viram para Leste ou Oeste, conforme necessário para chegarem ao centro. Há um pouco de ineficiência na duplicação que resulta dessa estrutura, mas não é um problema muito sério — e significa que os principais pontos de interesse do centro da cidade, bem como as ligações possíveis, ancoram a extremidade Norte da maioria das linhas Norte–Sul.

Mas a ancoragem espectacular acontece nas linhas Leste–Oeste. Na extremidade Oeste da cidade, fica a Universidade de da Colúmbia Britânica (UBC), uma grande universidade, que oferece uma grande oportunidade em transporte colectivo aos seus alunos: o cartão de estudante é um passe de transporte colectivo, sem custos extra. A UBC depende de serviço intenso de transporte colectivo e recebe-o: a maioria das linhas Leste–Oeste da grelha converge para a UBC na sua extremidade ocidental e têm relativamente alta ocupação ao longo de todo o percurso, por consequência.

O extremo oriental destas linhas é um pouco diferentes, mas muitas delas terminam em estações de Skytrain, na linha Expo, a linha azul e amarelo que corre em direcção a Sudeste. Esta linha do Skytrain estende-se até aos subúrbios de Burnaby, New Westminster e Surrey e a maioria de suas estações são florestas de torres residenciais ou grandes centros comerciais — ou hão-de ser. Portanto, há uma enorme procura de ligações ao Skytrain, o que mantém as linhas Leste–Oeste ocupadas na extremidade oriental.

A linha laranja no mapa é a linha rápida 99, que liga a UBC ao Skytrain, ao longo da Broadway. Tem poucas paragens entre a estação do Skytrain na extremidade oriental e a UBC na extremidade ocidental e atravessa um grande núcleo de arranha-céus de escritórios, incluindo a câmara municipal, pelo meio. A sua frequência é tão alta quanto é possível fisicamente, geralmente a cada cinco minutos ou menos, durante todo o dia. E está sempre apinhada, durante todo o caminho, até à última paragem em cada extremo. Por conseguinte, é, de longe, linha de autocarro mais produtiva da Translink e a última vez que verifiquei era uma das linhas de autocarro com melhor desempenho no Oeste da América do Norte — e faria ainda melhor, se tivesse prioridade na sinalização! Mais cedo ou mais tarde, a linha 99 será substituída por uma linha ferroviária e a região está a debater esse tópico agora, mas isso é assunto para outro artigo [3, 4].

Então, o que faz o transporte colectivo tão eficiente em Vancôver?

  1. É uma grelha,…
  2. … Com um espaçamento ideal entre avenidas, cerca de 800–100 m, e
  3. Os destinos importantes (a que os responsáveis pelo planeamento chamam âncoras) estão nos extremos da cidade, não no centro.

O último ponto é a chave. Uma cidade em forma de grelha com um grande centro e sem grandes pontos de interesse em qualquer outro lugar (como Melburne, Portland, ou muitas cidades americanas do Nordeste) sempre vai ter um monte de lugares vazios nas partes exteriores da sua rede de transporte colectivo, porque a procura desce à medida que nos afastamos do centro da cidade. A chave para uma grelha super-frequente é ter fortes centros de procura no limite exterior da cidade, de modo que as linhas estejam cheias até ao fim.

É isso que Vancôver oferece, através da UBC a Oeste, o centro a Norte e as várias estações do Skytrain (ligando a uma grande área suburbana com elevada densidade em torno de muitas estações) a Leste. É apenas a Sul, ao longo do rio Fraser, que Vancôver não tem um ponto de interesse limítrofe importante. As principais linhas Norte–Sul terminam ao longo da Marine Drive, que marca o extremo sul da cidade, mas que, pelos padrões de Vancôver, é bastante parada. Do ponto de vista da eficiência do transporte colectivo, seria um bom lugar para se construírem algumas torres.


Nota:

a: Este artigo foi traduzido do original [1] pelo editor chefe (n. do T.).

Anúncios