Por Carlos Lima

Carlos: A necessidade de nutrientes [1] não é igual ao longo da vida, pelo que a Filipa Moura, a Maria Mota, a Nicole Campos e a Soraia Soares, alunas do segundo ano da licenciatura em Enfermagem, pela Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro, nos vão dar o seu contributo para nos esclarecer sobre as carências nutricionais nos idosos.

Soraia: Ao longo da vida, os principais nutrientes de que necessitamos tornam-se essenciais ao atingir uma determinada idade.

Nicole: Os nutrientes são componentes dos alimentos, importantes para o bom funcionamento do corpo e para o crescimento.

Maria: É de salientar que os nutrientes que não são sintetizados pelo organismo têm de ser fornecidos através de fontes externas, como a alimentação.

Nicole: Esses nutrientes essenciais são: zinco [2], cálcio [3], fibras, potássio [4], ómega-3, vitamina D, vitamina C, vitaminas do complexo B e água [5].

Filipa: Estes nutrientes previnem a osteoporose, a dislipidemia, a hipertensão arterial, a gripe, a pneumonia, o cancro, alergias, enxaquecas, doenças cardiovasculares, musculares, cerebrais, neurológicas, dermatológicas e gastrointestinais.

Maria: Ajudam, ainda, a reforçar a imunidade corporal [6]; a manter a pele [7], o cabelo [8], as unhas [9] e os dentes [10] saudáveis; a regular o ritmo cardíaco e a visão; e desaceleram o envelhecimento das células.

Soraia: O zinco encontra-se nos frutos secos, nas leguminosas, nas carnes vermelhas, no peixe, no fígado e nos ovos.

Nicole: O cálcio está presente nos lacticínios, no feijão, no frango e nas batatas.

Maria: A vitamina D abunda nos frutos secos e nos lacticínios, exigindo a exposição solar para ser metabolizada.

Filipa: As fibras provêm maioritaramente dos cereais, dos frutos secos e das leguminosas.

Soraia: O potássio pode ser encontrado no sumo de laranja, na banana, nas sementes de abóbora, na ameixa, no abacate, nas castanhas e nas nozes.

Nicole: O ómega-3 está presente em maior quantidade no peixe, no azeite, no óleo e nas sementes de linhaça, nos brócolos, na rúcula e nos espinafres.

Filipa: A vitamina C abunda nos citrinos, no abacaxi, na salsa, no maracujá, nos frutos silvestres e no tomate.

Maria: As vitaminas do complexo B podem ser consumidas nas carnes (vermelhas e brancas), no fígado, nos legumes, nos cereais, nos lacticínios, nos ovos e nos amendoins.

Filipa: A água constitui uma grande percentagem da composição do tomate, da alface, do abacaxi, do pepino, da melancia, da abóbora, do morango, do pêssego e da laranja.

Nicole: Em suma, o ingrediente secreto para uma alimentação saudável é a variedade de alimentos ricos em nutrientes que consumimos.

Maria: «A saúde não está na forma física, mas na forma de se alimentar.»

Carlos: O meu muito obrigado à Filipa, à Maria, à Nicole e à Soraia. Saúde!

Anúncios