Por Gustavo Martins-Coelho

2015072700

Descobrir terras desconhecidas e desabitadas não basta: é preciso povoá-las, para fazer a diferença. O eixo das ordenadas do gráfico acima representa, em escala logarítmica, o actual número de habitantes das terras descobertas pelos exploradores Europeus [1], enquanto o eixo das abcissas identifica os países que descobriram territórios previamente desconhecidos. A Rússia, além de ter descoberto a maior área, tem também a maior população a viver nessa área, actualmente. Já os territórios descobertos pela França e pela Noruega estão actualmente desabitados. Quanto a Portugal, apesar de ter descoberto uma área menor do que o Império Austro-Húngaro, povoou-a melhor.

Os dados foram coligidos pelo historiador e cartógrafo Bill Rankin [2].

Anúncios