Por Carlos Lima

A forma como se constroem as cidades tem muito a ver com a qualidade de vida dos cidadãos que nelas vivem. O dia mundial do urbanismo tenta abrir a discussão sobre as cidades do futuro, sobre a organização e o ordenamento territorial que devemos desenvolver para que sejam cidades sustentáveis, agradáveis e que contribuam para uma melhor qualidade de vida e saúde dos seus cidadãos.

O dia mundial do urbanismo é comemorado desde 1949 no dia 8 de Novembro [1].

Por urbanismo entende-se a ciência que estuda as cidades no sentido compreender todo o meio onde se implanta e os objetivos dessa mesma cidade de forma a contribuir para a melhorar em termos futuros. Estuda e analisa todos os fatores que influenciam o planeamento de uma região urbana, desde as características dos solos, aos objetivos que se pretendem para cada zona específica, tendo em conta as características da população [2].

Penso que em Portugal as cidades cresceram de forma desordenada e desorganizada, por falta de planeamento em muitos casos, outras vezes correspondendo a calendários políticos e eleitorais. Ainda hoje assistimos a intervenções nas ruas que posteriormente são reparadas e algum tempo depois, voltam a ser intervencionadas, sem que se apresentem janelas de oportunidade às empresas que pretendem criar algum tipo de estrutura nos solos. Esta ausência de planeamento adequado tem custos económicos e de desconforto para os cidadãos, degradando-lhes a qualidade de vida.

Já em 1850, em Barcelona foi entregue o estudo e planeamento do alargamento da cidade ao engenheiro Cerdá e pensa-se que a palavra urbanismo resulta desse seu trabalho de planeamento, traduzindo uma acção sobre a urbe [3].

É importante não confundir urbanismo com urbanidade, pois urbanidade refere-se a cortesia e respeito entre os cidadãos e urbanismo refere-se a uma ação sobre uma cidade [4]. Urbanismo é então o trabalho de estudo de todas as características, planeamento e ordenamento territorial de uma cidade.

Em Portugal a gestão territorial cabe ao Ministério do Ambiente, através da Secretaria de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, mas tem que se articular com outos ministérios e com as Camaras Municipais, a quem cabe definir e elaborar o Plano Diretor Municipal ou PDM.

 A Camara de Estarreja define esse documento como «importante fator de desenvolvimento local, na medida em que adequa a gestão do território à realidade e às necessidades atuais e futuras» [5]. Depreende-se daqui que o urbanismo tem tudo a ver com a qualidade de vida dos cidadãos e permite garantir o crescimento sustentado de uma cidade.

Dia mundial do urbanismo é um dia destinado à reflexão sobre as cidades e pretende-se que as cidades do futuro, sejam mais envolventes e mais amigas do cidadão, porque isso também ajuda os cidadãos a cuidar das suas cidades e leva a um convívio mais saudável, logo a mais saúde.

Saúde

Advertisements