Por Gustavo Martins-Coelho


Fiquei a sentir-me ligeiramente culpado, em relação ao horário da linha 203, com a proposta que apresentei há quinze dias [1]: nos dias úteis, perde onze viagens; aos Sábados, perde duas; e, aos Domingos e feriados, perde seis.

Entre a Boavista e o Pinheiro Manso, não me sinto culpado, porque foi exactamente sobre esse troço que incidiu a minha proposta [1], que, na prática, aumenta a frequência e a duração do serviço combinado das quatro linhas que aí correm. Mas, entre o Marquês e a Boavista…

Entre o Marquês e a Boavista, há o 303 (ou o 302, se for no sentido oposto) e o 402, pelo que a solução, para não prejudicar, devido à ligeira redução da frequência do 203, os passageiros que queiram fazer algum percurso nesse troço, é sincronizar igualmente os horários dessas três linhas. Mesmo quem queira ir do Marquês ao Pinheiro Manso beneficia: numas vezes, tem uma ligação directa no 203; noutras, apanha um autocarro de qualquer das outras linhas e muda na Boavista para o que vier primeiro, continuando a fazer uma viagem mais rápida do que poderia fazer actualmente, pois depara-se com uma muito maior frequência.

Então, fui espreitar o que era possível fazer com as linhas que percorrem este troço. A situação é mais ou menos a mesma do troço da Avenida da Boavista analisado anteriormente [1]: embora o número de autocarros que passam, por hora, aos dias úteis, permitisse uma frequência média de seis minutos entre as 6h00 e as 21h00, chega-se a esperar dezoito minutos por um autocarro! Se o leitor não acredita em mim, veja o quadro abaixo:

Período Autocarros por hora Frequência potencial Espera  mínima real Espera máxima real
06:00 07:00 8 cada 8 mins. 0:02 0:15
07:00 08:00 12 cada 5 mins. 0:00 0:13
08:00 09:00 15 cada 4 mins. 0:00 0:10
09:00 10:00 12 cada 5 mins. 0:00 0:12
10:00 11:00 11 cada 5 mins. 0:00 0:11
11:00 12:00 10 cada 6 mins. 0:00 0:13
12:00 13:00 10 cada 6 mins. 0:00 0:14
13:00 14:00 11 cada 5 mins. 0:01 0:15
14:00 15:00 11 cada 5 mins. 0:01 0:14
15:00 16:00 11 cada 5 mins. 0:01 0:14
16:00 17:00 11 cada 5 mins. 0:01 0:14
17:00 18:00 13 cada 5 mins. 0:00 0:12
18:00 19:00 12 cada 5 mins. 0:01 0:10
19:00 20:00 10 cada 6 mins. 0:00 0:13
20:00 21:00 7 cada 9 mins. 0:00 0:18
21:00 22:00 3 cada 20 mins. 0:12 0:30
22:00 23:00 2 cada 30 mins. 0:30 0:30
23:00 00:00 2 cada 30 mins. 0:30 0:30
00:00 01:00 1 cada 30 mins. 0:30 0:30

No entanto, é possível ter uma frequência, aos dias úteis, de 8–11 minutos das 6h00 às 7h00, de 5–7 minutos das 7h00 às 8h00, de 4–6 minutos das 8h00 às 10h00, de 6–8 minutos das 10h00 às 19h00, de 9 minutos das 19h00 às 22h00 e de 10 minutos das 22h00 à 1h00 — e é possível ter essa maior frequência sem aumentar o número total de viagens, apenas sincronizando os horários das linhas 203, 303 e 402!

Além disso, o primeiro 203 parte quatro minutos mais cedo e o último onze minutos mais cedo; o primeiro 303 passa cinco minutos mais cedo e, à noite, alarga a duração do serviço das 21h00 para a 1h00; o primeiro 402 passa oito minutos mais cedo e o último dezoito minutos mais tarde.

O único senão: as frequências individuais das linhas 203 e 303 reduzem-se (a do 303 para quase metade). No que diz respeito à linha 203, já sabíamos dessa redução e estávamos confortáveis com ela [1]. Em relação ao 303, o seu percurso é, em toda a sua extensão, redundante com o de outras linhas (nomeadamente o 203 e o 402, cuja frequência combinada acabámos de melhorar), pelo que não é coisa que me preocupe muito. Aliás, a prova de que a linha 303 é redundante, temo-la aos fins-de-semana: entre Sábado e Domingo, só circula ao Sábado de manhã e ninguém parece dar muito pela falta dela no resto do tempo.

Quanto ao 402, a sua frequência aumenta, sendo sempre melhor ou igual à actual, ao longo do dia.

Analisemos, para terminar, o fim-de-semana. Ao Sábado, podíamos ter, durante o dia, as frequências do quadro abaixo, mas não temos, porque chegamos a esperar mais de vinte minutos por um autocarro:

Período Autocarros por hora Frequência potencial Espera  mínima real Espera máxima real
06:00 07:00 5 cada 12 mins. 0:02 0:15
07:00 08:00 5 cada 12 mins. 0:01 0:19
08:00 09:00 8 cada 8 mins. 0:00 0:22
09:00 10:00 6 cada 10 mins. 0:00 0:18
10:00 11:00 7 cada 9 mins. 0:01 0:19
11:00 12:00 6 cada 10 mins. 0:00 0:22
12:00 13:00 6 cada 10 mins. 0:04 0:19
13:00 14:00 8 cada 8 mins. 0:05 0:12
14:00 15:00 4 cada 15 mins. 0:00 0:25
15:00 16:00 5 cada 12 mins. 0:10 0:20
16:00 17:00 4 cada 15 mins. 0:00 0:25
17:00 18:00 4 cada 15 mins. 0:05 0:25
18:00 19:00 5 cada 12 mins. 0:05 0:20
19:00 20:00 4 cada 15 mins. 0:03 0:27
20:00 21:00 4 cada 15 mins. 0:00 0:30
21:00 22:00 2 cada 30 mins. 0:30 0:30
22:00 23:00 2 cada 30 mins. 0:30 0:30
23:00 00:00 2 cada 30 mins. 0:30 0:30
00:00 01:00 1 cada 30 mins. 0:30 0:30

No entanto, seria possível, também ao Sábado, ter as frequências seguintes:

Período Autocarros por hora Frequência média Espera  mínima Espera máxima
06:00 07:00 4 cada 15 mins. 0:15 0:15
07:00 08:00 5 cada 12 mins. 0:12 0:15
08:00 09:00 5 cada 11 mins. 0:11 0:11
09:00 10:00 5 cada 12 mins. 0:12 0:14
10:00 11:00 4 cada 13 mins. 0:13 0:13
11:00 12:00 5 cada 12 mins. 0:12 0:14
12:00 13:00 5 cada 12 mins. 0:11 0:14
13:00 14:00 5 cada 11 mins. 0:11 0:11
14:00 15:00 5 cada 12 mins. 0:11 0:12
15:00 16:00 5 cada 12 mins. 0:12 0:12
16:00 17:00 5 cada 12 mins. 0:12 0:12
17:00 18:00 6 cada 11 mins. 0:11 0:12
18:00 19:00 5 cada 11 mins. 0:10 0:11
19:00 20:00 5 cada 12 mins. 0:12 0:12
20:00 21:00 4 cada 15 mins. 0:12 0:17
21:00 22:00 4 cada 17 mins. 0:17 0:20
22:00 23:00 3 cada 20 mins. 0:20 0:20
23:00 00:00 3 cada 20 mins. 0:20 0:20
00:00 01:00 2 cada 20 mins. 0:20 0:20

Tanto a frequência da linha 203 como a da 303 se reduziriam, mas, pelos mesmos motivos apontados para os dias úteis, tal redução não teria impacto prático. Já a frequência da linha 402 manter-se-ia praticamente inalterada ou com pequenas melhorias, excepto ao Sábado à noite, em que diminuiria para metade da actual. Na parte do percurso partilhada com o 203 e o 303, tal não faria grande diferença, mas a linha 402 tem uma parte do seu percurso (entre Bonfim Barreiros e a Senhora de Campanhã) que lhe é exclusivo. Contudo, da paragem de Bonfim Barreiros à da Rua de Contumil (servida, para além do 402, pelas linhas 305 e 805), são 350 metros a pé. Além disso, o traçado da linha 402 é anterior à abertura da linha F do metro do Porto. De facto, as paragens da Fonte de Contumil, da Travessa da Presa, do Souto de Contumil, de Contumil e da Senhora de Campanhã distam 600, 400, 350, 140 e 500 metros da estação de metro de Contumil, respectivamente. Se é verdade que, como diz o Jarrett, as pessoas não se importam de percorrer maiores distâncias a pé para chegar a serviços mais rápidos [2], então a diminuição da frequência, apenas ao Sábado a partir das 22h00, do 402 é compensada pelo serviço da linha F do metro, que tem frequência a cada meia hora ao Sábado depois das 21h00.

Por outro lado, a duração do serviço aumentaria ou manter-se-ia igual em todas as linhas. Na 203, o primeiro autocarro partiria do Marquês às 5h45 e o último às 0h37 (actualmente, 6h30 e 20h45, respectivamente); na 303, o primeiro autocarro passaria às 6h15 e o último às 23h57 (actualmente, 6h25 e 13h55, respectivamente); e, na 402, o primeiro autocarro passaria às 6h00 e o último às 0h17 (actualmente, 6h18 e 0h15, respectivamente).

Finalmente, aos Domingos e feriados, é mais complicado (porque falta o 303, que não circula ao Domingo, como já referi anteriormente), mas consegue-se, reduzindo a frequência do 203 [1] e mantendo a do 402, uma frequência combinada de 15–24 minutos entre as 6h00 e as 14h00, de 13–21 minutos entre as 14h00 e as 19h00, de 13–23 minutos entre as 19h00 e as 22h00 e de 30 minutos depois disso, até à 1h00 (actualmente, chega-se a esperar 25–30 minutos, durante todo o dia).

Já não me sinto culpado, em relação ao 203!

Anúncios