Colecções

Alguns artigos publicados na «Rua da Constituição» fazem sentido em grupo, completando-se. Assim, os autores desses artigos siameses optaram por constituir colecções dentro das suas colunas. Actualmente, o leitor tem ao seu dispor as seguinte colecções:

  • Do Hugo Pinto de Abreu:
    • A fiscalidade e a família em Portugal [1];
    • Iustum pretium [2];
    • Histórias de Economia [3];
    • A proposta de revisão do código do IRS [4];
    • A austeridade inevitável? [5];
    • O outro resgate [6];
    • A teoria dos jogos [7];
    • Desafios estratégicos do novo tempo político [8];
    • Entrevista a Gustavo Martins-Coelho [9].
  • Da Sara Teotónio Dinis:
    • Metamorfose [10];
    • O que não posso dizer [11];
    • Eticamente correcto [12];
    • Relatividades [13];
    • Terapia não medicamentosa [14],
    • Geração Y e geração Z [15].
  • Do Gustavo Martins-Coelho:
    • Orgulho e preconceito [16];
    • A reforma do internato médico [17];
    • Diário do interrail [18];
    • O que faz um médico de saúde pública? [19];
    • A Europa e a Saúde [20];
    • Por que é que eu ando de carro em Portugal, mas não no estrangeiro [21];
    • A crise no PS [22];
    • O papel das doenças psiquiátricas na história religiosa [23];
    • O pior do Crato [24];
    • O peso da obesidade [25];
    • A Legionella e a doença do legionário [26];
    • Caridade e solidariedade [27];
    • A confidencialidade na relação entre o médico e o doente [28];
    • Produto cultural bruto [29];
    • Um dia na vida do dr. «Tardio» [30];
    • As línguas estrangeiras mais faladas na Europa [31];
    • Ideologia da formação [32];
    • Os serviços de urgência em Portugal: um cenário de guerra [33];
    • A ferrovia de 2009 a 2013 [34];
    • A origem das espécies [35];
    • Escola pública e desempenho escolar [36];
    • Estudar compensa? [37];
    • Não é assim que se faz [38];
    • Notas de leitura [39];
    • Os mapas do «Washington Post» [40];
    • Os programas de saúde prioritários [41];
    • Pedro, o escravo negro: raça, poder e identidade nos Países Baixos [42];
    • Pirâmides etárias da população portuguesa [43];
    • Serviço ferroviário nacional [44];
    • Da higiene do sono [45]
    • Como não fazer uma reforma hospitalar [46].
  • Do Satoshi Kanazawa:
    • O paradoxo da poligamia [47];
    • O efeito do regresso do soldado [48];
    • Para saber o que as mulheres andaram a fazer, olhe para os genitais masculinos [49];
    • O cérebro masculino e o cérebro feminino [50];
    • Por que cremos em Deus? [51];
    • Por que os homens bonitos são maus maridos [52];
    • Todos os estereótipos são verdadeiros, excepto… [53];
    • Culturas exóticas que nunca existiram [54];
    • Por que as mães cuidam melhor dos filhos do que os pais? [55];
    • Por que o bebé tem os olhos do pai e não os da mãe? [56];
    • Por que são quase todos os criminosos homens? [57];
    • Barbie: fabricada pela Mattel; desenhada pela evolução [58];
    • Equívocos comuns sobre a ciência [59];
    • Os homens agem sempre com o sexo em vista [60];
    • Por que diminuiu a idade da puberdade nas últimas décadas? [61].
  • Do Jarrett Walker:
    • Eléctricos: uma verdade inconveniente [62];
    • Como distinguir um comboio dum autocarro [63];
    • Um guia prático das disputas do transporte colectivo [64].
  • Da Ana Raimundo Santos:
    • Os princípios da Justiça [65];
  • Do Carlos Lima:
  • Do Hélder Oliveira Coelho:
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: